| Página Principal | Serviço Atendimento ao Cliente | Webmail | Acesso Restrito   
 
Inflação do carro
Fonte: Zap / Veiculos
 

Após três quedas mensais consecutivas, o IMC volta a subir. Em agosto o custo para andar de carro ficou 0,21% mais caro. Mas álcool e gasolina continuam em queda.

Desta vez nem a queda de preço nos combustíveis segurou a alta do IMC - Índice de Manutenção do Carro, mais conhecido como "Inflação do Carro". Mesmo com a queda de preço do álcool e da gasolina, que são os itens com o maior peso no gasto com o uso do carro, a pesquisa mensal da Agência AutoInforme registrou alta de 0,21% em agosto. O levantamento avalia a evolução dos preços de todos os itens que o motorista necessita para andar e manter o seu carro.

O álcool na bomba ficou 2,21% mais barato em agosto e já acumula queda de 10,15% no ano. A gasolina teve queda de 0,58% no mês e 1,15% no acumulando de janeiro a agosto.

O que empurrou a Inflação do Carro para cima foram os itens de manutenção, peças e serviços. O alinhamento de direção teve alta de 7,07% no mês, a limpeza do bico injetor subiu 3,61% e estacionar o carro ficou 3,28% mais caro.

Subiram também o preço do óleo do motor e do filtro de combustível, entre outros.

O IMC começou o ano com alta de 1,15%. Depois, com entressafra do álcool, vieram mais três altas seguidas, até o preço começar a cair em maio, já com o álcool na safra. De janeiro a agosto o motorista está pagando 2,58% mais caro para andar e manter o seu carro.

 

© Copyright 2004-2018 ABASE Telecom